CARTAS DE AMOR  -  Teaser  (clique aqui)

Longa-metragem - 110 minutos

Fase do projeto: Aguardando captação de recursos

Previsão de início das filmagens: Outubro 2019

 

O filme conta a história de vida, os amores e a tragédia que se abateram sobre um dos mais importantes pintores brasileiros: José Ferraz de Almeida Júnior, que ao corresponder a um amor proibido, encontrou a morte de forma trágica, aos 49 anos de idade, na cidade de Piracicaba, São Paulo, no ano de 1899.

Demostrando desde tenra idade um talento excepcional para o desenho, tornou-se o mais prestigiado pintor brasileiro do século XIX.

Embora de temperamento tímido, mostrava-se, todavia, bastante desinibido em seus relacionamentos com as mulheres que o rodeavam.

Dentre elas, Maria Laura do Amaral Gurgel, casada com Juca Sampaio, fazendeiro de café da região de Itu.

Maria Laura apaixonou-se perdidamente por Almeida Júnior, levando-os a uma trágica história de amor, impregnada de inconsequências, sonhos, desilusões e morte. 

A prevalência social do homem em relação à mulher, naquela época, impunha e até exigia atitudes radicais na preservação da honra, mesmo com o uso extremo da eliminação do ultrajado, a ponto de o Código Civil vigente em 1890, prever em seu artigo 27 que se excluía a ilicitude dos atos cometidos por aquelas pessoas que "se acharem em estado de completa privação de sentidos e de inteligencia no acto de commetter o crime".

Embora o filme enfoque como tema principal o triângulo amoroso vivido por Almeida Júnior, sua amante Maria Laura e o marido traído Juca Sampaio, busca, ademais disso, nos subtextos e nas metáforas, elaborar uma análise comportamental de uma mulher que, transcendendo as regras sociais vigentes no seu tempo, as ignora em favor da satisfação de uma paixão irresistível e avassaladora.

Vale repetir Friedrich Nietzsche:

Há sempre alguma loucura no amor, mas há sempre um pouco de razão na loucura.

Registro autoral nº 689.506 - FBN Fundação Biblioteca Nacional.

MINHA AMADA JULIENNE

Longa-metragem - 110 minutos  -  Teaser  (clique aqui)

Fase do projeto: Aguardando captação de recursos

Previsão de início das filmagens: Outubro 2019

Baseado na obra "A duquesa vale uma missa", do escritor José Sarney.

MINHA AMADA JULIENNE é um drama social, familiar, carregado de conflitos e tensões, que narra a vida de Leonardo Scafth, um jovem acometido de um transtorno parafílico e uma paixão compulsiva pelo famoso quadro da Duquesa de Villars, que ele chamava de Julienne.

O quadro, de propriedade de seu pai, Jacques Scafth, um burguês simpatizante do Partido Comunista do Brasil, fora adquirido em 1972 para ajudar a financiar a fracassada tentativa de movimento contrarrevolucionário à Ditadura Militar de 1964,  denominada Guerrilha do Araguaia.

A história aborda as manifestações delirantes de uma mente atormentada, ao tempo em que expõe as contradições da sociedade brasileira de então.

Leonardo conviveu com a imagem de Julienne desde a sua tenra infância, envolvendo-se em lutas familiares, segredos de alcova, movimentos políticos clandestinos, mesquinharias e pecados de uma família.

Registro autoral nº 716.671   - FBN Fundação Biblioteca Nacional.

O CANTO DA GRAÚNA

Curta-metragem - 20 minutos

Fase de pré-produção

Início das filmagens:  aguardando patrocínio

Um jovem padre, dono de uma propriedade rural adquirida ainda na juventude, retorna à sua cidade natal, após ordenar-se sacerdote.

Reencontra o seu primeiro amor e grande paixão da sua vida, Mara Bruna, negra, a mais bonita moça da cidade, conhecida por Graúna em razão da sua beleza.

A força desse amor foi maior e mais forte que a sua fé impelindo-o a reacender um romance que já pensava esquecido, nascendo desse relacionamento uma linda menina a quem deu o nome de Bruna.

Durante o complicado parto Graúna morre.

Mantendo o segredo dessa paternidade entrega a menina aos cuidados de suas duas irmãs, para criação.

Padre Carlos ao falecer deixa-lhe todos os bens que possuía, através de um testamento cerrado onde revela a sua paternidade, contrariando todas as expectativas de suas tias de criação.

Registro autoral nº 679.576 - FBN Fundação Biblioteca Nacional.

A DANÇA DO FAUNO - Teaser  (clique aqui)

Curta-metragem - 20 minutos

Fase de pré-produção

Início das filmagens:  aguardando patrocínio

Uma mulher jovem e bem casada busca a extravagante satisfação de seus  instintos e desejos sexuais ninfomaníacos através do envio de cartas e objetos sensuais eróticos, endereçados a si própria.

Procura, em sonhos e delírios, inserir-se em um mundo fantasioso de faunos e

sátiros, para saciar seus desejos e emoções.

Seu marido, desconhecendo a sua obsessão, lhe dedica toda a atenção e carinho, impondo a ela uma forçosa mudança de comportamento.

Registro autoral nº 756.793 - FBN Fundação Biblioteca Nacional.

Rua João Huss, 450

Fones: (43) 3304-4040  //  99131-4040

luxom@luxom.com.br

Londrina - PR